Você criou seus produtos. Lançou sua loja online. Escolheu o nome da sua empresa e classificou sua marca. Você está mais do que pronto para vender seus produtos para o mundo todo. Mas como você consegue essa primeira venda quando há tanta concorrência por aí?

Não há uma resposta fácil. Fazer produtos para vender online é apenas metade da história. Porque agora você tem que se promover e colocar seus produtos na frente de tantos possíveis clientes quanto possível. Não apenas qualquer um; você tem que mirar nas pessoas certas que se apaixonarão por sua loja e tudo que tem nela. As dicas a seguir farão com que você pense sobre um plano de marketing e como se concentrará em se promover a partir de hoje.

Considere um Público Alvo

Em primeiro lugar, você precisa conhecer o seu cliente. Quem são eles? Quantos anos eles tem? Onde é que eles vivem? Quais são os seus interesses? Gostos e desgostos? Onde eles estão ativos online? Porque se você não sabe para quem está vendendo, como você pode começar a desenvolver uma estratégia de marketing?

Claro, você terá uma ideia aproximada de quem você deseja segmentar. Muito será baseado em suposições. Mas é um bom lugar para começar. A Present & Correct sabe que está vendendo para designers que adoram artigos de papelaria novos e antigos. O Lucky Dip Club oferece suporte a artistas e designers independentes e vende pacotes de assinatura para a comunidade criativa.

O que você vende e para quem? Existe uma jornada clara do cliente até o checkout (finalização da compra)? Você tornará a vida muito mais fácil para si mesmo se você se concentrar apenas em um mercado-alvo. Porque sua estratégia começará a se revelar naturalmente quando você souber quem você deseja alcançar.

Estabelecer uma presença relevante e coerente

Para apelar para seu mercado-alvo, você deve mantê-los em mente e apresentar sua marca de uma forma que os atraia especificamente.

Sua marca não é apenas visual; é também sobre o tom de voz e a linguagem que você usa. Mas se você é kitsch e bonitinha ou de alta qualidade, sua identidade visual sempre deve ser consistente em todos os seus canais. Seu site, suas mídias sociais, seus materiais de marketing. Todos devem fluir e ser instantaneamente reconhecíveis.

Porque ter uma presença coerente pinta um quadro de qualidade, confiança e confiabilidade. É uma maneira sutil, mas necessária, de fazer as pessoas comprarem de você e, é claro, voltarem para comprar mais.

Crie seu próprio conteúdo

Blogar não é de modo algum algo do passado. Continua sendo uma maneira importante de impulsionar o tráfego orgânico e adicionar credibilidade ao seu site. É uma maneira de mostrar às pessoas o seu mundo “real” – a pessoa por trás da marca. E esse conteúdo se estende a todos os outros canais nos dias de hoje. O que você escreve no seu blog deve corresponder ao que você está compartilhando no Instagram, por exemplo.

Comece criando um calendário editorial que considere o lançamento de seus produtos, datas anuais importantes (Dia dos Namorados, por exemplo) e qualquer outra coisa que possa ser relevante para o seu público-alvo. (Confira nesse post algumas dicas para organização de conteúdo) A partir daqui, planeje o conteúdo para o seu blog e considere o que você vai compartilhar em seus canais de mídia social também.

Intensifique suas fotografias

Seus produtos merecem a melhor chance possível de se vender. Eles precisam de ótima fotografia. Os snaps de smartphones (em dispositivos mais antigos) com pouca iluminação simplesmente não fazem o trabalho. Pelo menos não quando há tanta concorrência em seu mercado.

É bem simples, na verdade. Compre uma câmera decente. Nós amamos a Olympus Pen Fcom uma lente de 45mm. Ou o Fujifilm X-T10 com a lente de 50 mm. Tire fotos de produtos sob luz natural sempre que possível. Ou use um estúdio de luz portátil, como um Shotbox para obter uma iluminação perfeita nos produtos que você lista em sua loja online.

Além disso, os iPhones mais recentes têm câmeras insanamente decentes com o popular modo “retrato” para competir com a maioria das DSLRs no mercado. Verdadeiramente. É especialmente útil para sua conta no Instagram – um excelente canal que ajudará você a criar um público, contanto que seu conteúdo seja de primeira qualidade.

Apenas compartilhe a melhor fotografia no Instagram e tente fazer tudo fluir lindamente. Use o maravilhoso aplicativo GerenciraGRAM para planejar, gerenciar e programar visualmente suas postagens no Instagram a partir de seu computador ou dispositivos.

Crie uma base de dados de clientes

Assim que possível, comece a criar um banco de dados de clientes. Você pode fazer isso por vários meios. Para começar, use um serviço de terceiros como o Mailchimp para criar caixas de pop-up “junte-se à nossa lista” em sua loja on-line para coletar endereços de e-mail. Não se esqueça de oferecer um desconto em troca de detalhes das pessoas.

Você pode oferecer o mesmo incentivo sempre que alguém comprar algo de você, adicionando ainda mais e-mails ao seu banco de dados crescente. E não se esqueça de incluir um link para assinar sua newsletter no rodapé do seu site e na sua assinatura de e-mail.

Depois de ter uma lista, você pode começar a segmentar pessoas com suas últimas novidades, produtos e conteúdo. É uma ótima maneira de lembrar aos clientes que você existe.

Envie amostra grátis para influenciadores

Jornalistas, blogueiros, influenciadores – todos terão prazer em escrever sobre seus produtos se você enviar amostras gratuitas. E você se beneficiará enormemente tocando em seu alcance e ganhando uma camada extra de credibilidade fazendo com que eles validem seus produtos.

A outra opção que você tem é seguir esses influenciadores nas mídias sociais e construir relacionamentos via Twitter e Instagram. Dê retorno à comunidade e compartilhe suas próprias atualizações para seu público. Não espere sempre ganhar, ganhar, ganhar. Você tem que lembrar que esses blogueiros e jornalistas são apenas pessoas, e você deve tratá-los como tal.

Mantenha sua estratégia em mente e analise e analise constantemente

Claro que, existem muitas outras maneiras de divulgar seus produtos. Você pode considerar vender via atacadistas. Ou liste seus produtos no Mercado Livre, se isso for conveniente. Há marketing de afiliados, Google AdWords e mecanismos de comparação de compras. Você pode até mesmo seguir o caminho da publicidade no Facebook ou distribuir brindes.

Mas não faz sentido mudar sua estratégia ou gastar mais dinheiro em marketing até que você saiba o que é e o que não está funcionando. Nesse caso, fique atento à sua análise da web. Veja de onde o tráfego está vindo. Veja até mesmo se as pessoas estão abandonando seu carrinho porque a primeira venda pode não estar acontecendo devido a algo dar errado em seu site.

Faça o que fizer, concentre-se sempre no cliente. Entenda quem eles são e o que eles amam, e você será capaz de criar uma estratégia de custo-benefício que leve sua marca a crescer muito e comece a ganhar dinheiro. Consiga a marca certa, torne-a coerente para a credibilidade e comece a criar sua própria marca de conteúdo de alta qualidade. Torne-se seu próprio editor e confie em tudo o que você faz.

Gaste pelo menos uma hora todos os dias trabalhando em marketing e você não apenas garantirá a primeira venda, mas também incentivará os clientes a voltarem para comprar mais.